Quem somos? Quem sou eu?

O questionamento sobre o sentido da vida surgiu em todas as religiões, em todas as culturas, em todos os continentes. Pensadores, filósofos, artistas sempre buscaram respostas para o que é oculto. Na adolescência estas questões existenciais são comuns entre os jovens, mas parecem diluir-se ao longo da vida adulta (como que de um esquecimento que dá jeito se trata-se), para depois, em alguns casos, ressurgir na velhice!

Somos apaixonados por conhecimento!